• GoTo Brasil

Como simplificar seu modelo de trabalho flexível



A mudança repentina para o trabalho remoto que muitos experimentaram no início de 2020 não deu às empresas muito tempo para mapear uma configuração fora do escritório pensada para as equipes. As organizações precisaram reinventar seus planos em pouco tempo, mas muitas cresceram e chegaram a uma compreensão melhor do que realmente significa trabalhar com flexibilidade.

Nesse período, algumas coisas se tornaram bastante claras: as empresas devem ser proativas em relação à tecnologia, devem estabelecer seu modelo de trabalho flexível e priorizar a comunicação como se o futuro dependesse disso. Que tal considerar as estratégias abaixo para o futuro do seu modelo de trabalho?

Forneça flexibilidade, colaboração e a tecnologia certa

Mais uma prova de que o trabalho híbrido veio para ficar, uma pesquisa recente da Kadence mostrou que 51% dos funcionários entrevistados estão motivados a fazer um trabalho melhor remotamente. E mais de seis em cada dez entrevistados mencionaram sentir menos pressão diária para realizar suas tarefas, porque não estão sendo micro gerenciados por seus chefes.

É fundamental para o sucesso de qualquer empresa fornecer tecnologias que possibilitem uma experiência positiva para todos os funcionários. Elas podem variar de acordo com as necessidades, mas podem incluir bases de dados corporativas, softwares para rastrear metas e processos, além de plataformas de suporte à comunicação e colaboração ao vivo e assíncrona entre as equipes.

A tecnologia deve atender às novas necessidades do trabalho em qualquer lugar para manter os funcionários engajados e impulsionar os negócios. Com a migração para o trabalho híbrido, os executivos também devem repensar como avaliam softwares e tecnologias e como o trabalho é feito. Isso significa que as empresas devem ter a infraestrutura para definir o sucesso, medir o progresso e identificar áreas de melhoria.

Modele comportamentos como um líder

Para que um modelo de trabalho flexível seja eficaz, a liderança deve adotá-lo e criar uma verdadeira empresa híbrida. A chave aqui é confiança: confiar que os funcionários irão realizar seu trabalho, independentemente de onde ou quando o fizerem. Se um líder optar por trabalhar exclusivamente no escritório e colaborar com outros que optam por fazer o mesmo, por exemplo, ele essencialmente remove a rede de segurança psicológica de sua equipe e estabelece o medo de que somente o trabalho no escritório leva à progressão de carreira.

Seja flexível. Defina o tom certo equilibrando suas próprias horas de trabalho e locais, destacando como um horário flexível permite que você se envolva em prioridades pessoais (como família, hobby, animais de estimação e viagens) e sempre resolva questões para o funcionário remoto em ambientes colaborativos.

Documente e comunique-se

Com mais funcionários fora do escritório físico, o tradicional bate-papo na pausa para o café também muda. De acordo com o relatório “Estado do Trabalho Remoto 2021” da Buffer, 16% dos funcionários remotos citam dificuldades com colaboração e comunicação como sua maior luta nesse modelo de trabalho. Esse isolamento de informações pode ser prejudicial à cultura da empresa e sua capacidade de atingir seus objetivos.

Desenvolva uma cultura baseada em documentação que gere ativos sustentáveis para decisões, roadmaps e prioridades. Adote o trabalho assíncrono – é crucial que todos forneçam contexto escrito ou gravado para as pessoas que não estejam na mesma sala ou mesmo fuso horário, ou que não tenham o mesmo idioma nativo. Compartilhe links para esses ativos em vários canais para garantir que todos os funcionários estejam alinhados.

Todos os sinais apontam para o trabalho flexível como o novo normal. Ajustar o modelo de trabalho híbrido ajudará a garantir a satisfação das equipes e o crescimento dos negócios agora e no futuro.

This originally appeared on GoTo’s blog

98 visualizações

Posts Relacionados

Ver tudo